segunda-feira, janeiro 08, 2007

Pesadelo


Esta noite pela primeira vez na minha vida, acordei com um pesadelo horrivel, um pesadelo que até agora não me sai da cabeça, todos temos sonhos maus, mas sonhos que nos fazem soar, revirar as roupas da cama e acordar com medo e com o caraçao aos pulos...isso nunca me tinha acontecido!!! O sonho ainda me está a perturbar e tenho a senssação que quis dizer algo, pois para mim foi muito violento, e não, eu nao andei a ver filmes de terror nem coisas assustadoras á noite, mas mesmo se visse, para quem me conhece bem, sabe que isso nunca me afetaria a esse ponto, pois sempre fui uma interessada no paranormal, espiritos, etc e foi algo que nunca me afectou.....mas esta noite a historia foi outra!!! - Eu estava com o meu pai num cemitério, estava cheio de gente (nao me perguntem porque!), uma multidao mesmo, uma coisa fora do normal! Aquele cemitério nao fazia lembrar nenhum cemitério portruguês...pois era quase tudo cinzento em cimento, frio, não se via flores! (Lembrei-me de um Cemitério onde estive com as minhas primas em Toulouse (França), perto da casa da minha tia, eramos miudas e fomos feitas tolas para lá brincar, até que a minha prima mais nova Marie, sentou-se numa campa e foi picada por uma vespa, imagimam na altura o que nos passou pela cabeça!)....Bom continuando.... No meio de toda aquela multidão eu apercebi-me de um vulto estranho á distancia de cerca de 30 m (aproximadamente 3 fileiras de campas), não se dirigia em minha direcção até pelo contrario, seguia o seu caminho na diracção oposta...um homem coxo de bengala e sem um braço, mas a comparar com todas as outras pessoas, a imagem do homem era estranha, para além de tremola, arrepiava....eu fitei-o e não consseguia desviar os olhos, de repente ele virou-se, e eu assustei-me, o homem nao tinha olhos, no lugar destes havia luz branca fusca, como lampadas embaciadas, o homem começou a andar em minha direção e eu chamei a etençao do meu pai dando-lhe beliscões e dizendo baixinho, "pai...paiiii.....vamos embora.." mas ele nao me ligou nenhuma....alias ninguem se apercebeu da presença daquela figura bizarra, repeti..."pai...paiiii vamos embora por favor", ele dirigia-se a mim cada vez com mais velocidade e eu comecei a gritar e a puxar o meu pai, "PAIIII ELE VEM ATRAZ DE MIM VAMOS EMBORAAAA!!!", o meu pai aí disse com voz de despreso ..."tas maluquinha ou quê? ele quem?", e virou a cara, eu corri em direcção a um portão grande em ferro também ele cizento friu...o meu pai permaneceu imovel a olhar nao sem bem para onde, todas as pessoas de um momento para o outro ficaram imoveis, ninguém me ajudava...tropecei nuns degraus junto ao portão e quando olho para cima aquela figura estava parada debruçada sobre mim, a olhar-me com raiva, senti um cheiro a podre, nao pude evitar olhar para as cavidades iluninadas onde deveriao estar os olhos...nesse mesmo momento senti um aperto no peito e fui projectada para fora do cemitério, senti as costas a baterem num muro e fez-se silencio...nao vi mais nada!!!
Foi aí que acordei, estava com vontade de chorar, assustada, senti pânico, e agora penso o que será que este sonho quis dizer? Isto é de quis dizer algo, eu acredito que sim, pois nunca nenhum sonho me afectou como o de esta noite! Gostava que me dessem a vossa opinião, pois não vejo logica em nada disto, apenas sinto angustia e medo ao pensar em todo aquele cenário e no que senti de forma tao real num sonho =S!

Beijos, Beijinhos e Beijões

terça-feira, janeiro 02, 2007

2007....O Ano da Mudança


A quem acordou ontem, 01 . 01 . 2007....tarde e a más horas, se olhou ao espelho e se deparou com uma imagem identica a esta, eu desejo UM BOM ANO 2007 MEUS GRANDAS MALUCOS.

Não deixando os bem comportadinhos de lado (como eu que tive uma passagem de ano soft), mas a verdade é que a tradiçao por todo o mundo não se perde, ele é dançar, pular, gritar, beber, rir, chorar, todo o mundo se solta num fernezim e num ruido que se entranha na atmosfero por todo o planeta, sente-se vibrações mesmo nos locais mais exolados, este é o ritual de espantar o ano que se passou e receber de braços abertos o novo ano que nos tras muitos surpresas e mudanças!

Já me perguntaram a minha cor favorita, e eu soube responder, o meu numero preferido e eu respondi, a minha comida preferida e eu respondi, mas quando me perguntaram a minha data favorita eu não soube responder, mas agora sei não tenho data favirita, mas sim um milesimo de segundo todos os anos, o milesimo de segunto exacto que fica entre as 23h59 e 59.1234... (milésimos) de um ano e a 00h00 que dão entrada ao novo ano, é nesse milésimo que por todo o mundo os coraçoes palpitam, se dividem as passas, já se faz a contagem decrescente que está no final, se faz força para arrancar a custo a rolha do champagne, uma vibração que arrepia...e emociona!

Agora que tudo está mais calmo, apesar do alcool ainda andar a passear pelas veias e ainda sentirmos um sabor metalico na boca, podemos analisar mais em promenor esse milésimo de segundo, eu nunca o tinha feito como fiz este ano, e acreditem que o repensar e reviver aqui sozinha esse milésimo de segundo, juntamente com as palavras que li de um amigo, me fez sentir uma metamorfose instantanea, fisica e psicologica, algo que não sou capaz de transmitir...

DERRAMEI A ULTIMA LAGRIMA, AGORA OLHO EM FRENTE,
CHEGOU A HORA DE FAZER ALGO POR MIM...NAO SOU VEGETAL TENHO BRAÇOS, PERNAS E FORÇA INTERIOR PARA LUTAR! =D

Obrigado, Ritchie, Fenix e Peki

BOM ANO AMIGOSSSSSSS

Beijos Beijinhos e Beijões