sexta-feira, março 31, 2006

O Incenso

Hoje venho falar sobre uma das minhas “tentações”, algo que não pode nunca faltar no meu quarto, na sala, no corredor... etc.

O Incenso, algo que todos nos podemos encontrar na maioria das lojas tipo “bazar”, lojas esotéricas entre outras. Falo-vos de algo que tem uma historia milenar, algo que passou de gerações em gerações, por entre varias culturas por todo o mundo tendo varias interpretações e utilizações, na maioria espirituais!

Segundo pesquisei (porque se gosto de algo e não sei de onde vem, tenho logo que ir coscuvilhar...lol), o incenso teve a sua origem na Índia há cerca de 6000 mil anos (muito ano mesmo...hehe), as pessoas usavam-no como elo de ligação entre eles e os deuses.

No tempo dos Faraós as árvores produtoras do incenso eram importadas da costa da Arábia e da Somália, e mais tarde o incenso utilizado como oferenda!
Os chineses também utilizavam o incenso para lembrar os antepassados, os japoneses utilizavam-no na incensação”, no culto xintoísta, Na Grécia e na Roma Antiga para “exorcizar” os demónios, os Budistas para meditação e para ajudar na projeciologia....entre muitas mais culturas e rituais!

A Igreja católica também utilizava o incenso em alguns rituais, principalmente nas missas solenes ou quando é dada a bênção do Santíssimo Sacramento, o que representa a prece colectiva que chega ate Deus, pois o incenso estava entre as ofertas feitas ao menino Jesus pelos Reis Magos (na altura a resina era retirada de ervas aromáticas).

=> (Turíbulo ((queimador útilizado nos rituais catolicos))

Hoje em dia o incenso é retirado da resina de uma árvore da família das “burserácias”, onde era feita uma incisão, quando essa resina seca é recolhida e queimada (ao natural para rituais como os da Igreja católica), ou então recolhida antes de seca, e adicionados os diversos aromas... como todos aqueles que podemos encontrar no mercado!

=> (Árvore da família "Burseraceae", de onde é retirada a resina do incenso)

O que para muitos não passa de algo sem importância, ou somente como ambientador domestico, ou como para mim que apenas serve de uma terapia anti-stress , para muitos, acender um incenso é um ritual sagrado. No “Padma Purana”, um texto que faz parte dos “Vedas" da Índia milenar, o incenso deve ser usado sempre que desejarmos, preparar o ambiente para meditação, yoga ou protecção espiritual. E é na utilização regular (todos os dias, as mesmas horas) que os efeitos mágicos e energéticos do incenso se manifestam, achei engraçado o pormenor e explicação dos horários utilizados para acender um incenso, são ao amanhecer, quando o sol está no horizonte, ao meio-dia e ao anoitecer pois é o movimento do Sol, ou Suria (como é conhecido no Oriente), que nos indica o momento certo para fazê-lo, o modo como o incenso é aceso também é importante, após a aproximação da chama ao pau do incenso, este não deve ser soprado mas sim rodado no sentido dos ponteiros do relógio. Só assim é que fazendo uma oração e tendo pensamentos positivos podemos atrair bons fluidos!

Ficam aqui os meus aromas de eleição, Sândalo Negro (relaxamento), Arruda (más energias), Eucalipto (concentração), Canela (muitoooo afrodisíaco, um poder muito útil :P)...estas são só algumas....o resto vão descobrindo, apurem os vossos narizes e mentes! E tenham boas energias.... =D

Beijos, Beijinhos e Beijões

terça-feira, março 28, 2006

Dia Mundial do Teatro

Sinto-me de consciência pesada, não tenho conseguido postar por problemas na net, mas não podia deixar passar em branco o dia 27, Segunda-Feira...Dia Mundial do Teatro...pois é uma das minhas grandes paixões!

Faço teatro amador há cerca de 7 anos, já é algum tempinho, posso ter o orgulho de dizer para quem me quiser ouvir, que já pisei o palco algumas vezes, e não há maior sentimento de adrenalina do que entrar-mos em cena, ofuscados pelas luzes, com um corpo que é nosso, mas com a alma possuida por uma personagem que levou meses a ser construída.... é um trabalho demoroso e cansativo, mas que dá um prazer sem duvida incomparável a qualquer desporto radical :P!

Queria que esta entry fosse um género de homenagem a todos os actores que lutam nesta realidade tão triste que vivemos que é a decadência do Teatro , e que mesmo com as poucas condições que a maior parte dos teatros apresentam, esta gente consegue por em cena e apresentar grandes trabalhos, dedicando-se mais que muito!

Queria também deixar aqui um grande, enorme, imenso, caloroso Beijo a todos os meus colegas e amigos do Teatro Meia Lua, que estão sempre no meu coração!

        • Apresentação do trabalho final do curso de Expressão Dramatica "Contrastes"
          • Teatro Meia Lua, peça "Sonhos" (Performance)

Beijos, Beijinhos e Beijões

domingo, março 26, 2006

Só a Ti


Hoje é domingo, e o frio aperta, tenho o prazer de ter a lareira acesa e o calor da mesma a penetrar-me na pele, um calor reconfortante sempre em sintonia com os estalidos da lenha e o sabor doce e quente do hotwhisky que me desce pela garganta. Sinto-me em paz comigo mesma, o que me dá forças para enfrentar a semana que aí vem, a noite de ontem foi como uma corda que me puxou para além do universo, e onde ouvi uma voz sussurrar baixinho... "tudo vai correr bem"!

Não sou poetisa nem escritora, limito-me a escrever o que me vai no coração, a transmitir sentimentos e experiências a que normalmente não damos valor, e que são o seguimento e por vezes até trilhos que surgem na nossa vida!

Há alguem a quem devo este blog, alguém que esta sempre presente nesses trilhos e que acompanha passo a passo da minha vida, alguém com quem não existem segredos, alguém que me fez descobrir o amor puro e sincero da amizade, alguém que mesmo nos momentos menos bons me faz rir sem parar...a esse alguém...um obrigado por existires....um obrigado por seres quem és...tu que me fazes sentir especial (Meu Angel)...tu sabes quem és!




Tu pra mim Eu pra ti....Love u!

Beijos, Beijinhos e Beijões


Noite Salgada


Cheguei ainda a pouco da rua, mesmo com o frio que se faz sentir nas noites em Sintra (tanto de verão como de inverno) tomei coragem, peguei no casaco, no capacete, na minha motinha e fui beber um café....já de volta para casa, ao passar pelo muro da praia reparei no cheiro a maresia que estava no ar....não resisti....parei a mota e fui caminhar na areia!

Dei por mim sentada na "minha rocha",onde se pode sentir as gotinhas salgadas da rebentação da ondas no rosto, onde inumeras vezes me sentei com tanta gente diferente, gente com quem ainda tenho contacto, gente que desapareceu do nada, em momentos bons...menos bons...mas todos inesquecíveis.

O mar estava revolto, como que enraivecido...mas ao mesmo tempo lindo, fez-me bem este bocadinho, sinto-me com a alma lavada, como nova, pronta para o que de e vier!

Beijos, Beijinhos e Beijões

sábado, março 25, 2006

Renascer


Tantos blog's, photoblog's , spaces , foruns que participei, na verdade nenhum deles me chamou a atenção, nem me deu animo para continuar a postar nem comentar, na verdade toda a roda viva que tem sido a minha vida nos últimos tempos tirou-me o animo para muitas das coisas que me davam prazer, espero poder aqui deixar toda a minha marca pessoal, mesmo que essa não esteja nos melhores dias, tenho fé que isso poderá mudar o mais breve possivel... tendo pelo menos uma certeza na vida.... ainda existe quem me deseja o bem e que está sempre presente em todos os passos que eu dê, a todos muito obrigado!

Espero que este seja o ninho que eu tanto procuro e onde eu possa poder aprender a voar, onde possa desabafar, rir, brincar com a vida se assim se propurcionar....sei que o que aqui está são meras palavras, mas temos que começar por algum lado :D....

Beijos, Beijinhos e Beijões